segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Crepúsculo lovers, chupem essa manga!

Assisti ao filme The Runaways, que conta a história da banda feminina homônima que foi sucesso nos anos 70. O filme é ótimo. Estupidamente rock’n roll, retrata fielmente os figurinos exagerados, criativos, o rock gritado e sua atmosfera esfumaçada. A ênfase é dada às histórias da vocalista Cherrie Currie e da guitarrista Joan Jett (foi ela quem gravou a versão mais famosa da música I Love Rock’n Roll, que depois a figuraça da Britney Spears deu um jeito de transformar em pop – o que aliás não ficou ruim em termos de som, mas é um contra-senso tenebroso). Enfim.
O detalhe é que quem faz a Joan Jett é ninguém menos que a fofíssima Crepúsculo-girl Kristen Stewart. Eis então o motivo de tornar justificável o meu modesto título.

Embora essa atriz fuja do estereótipo Barbie loirinha do olho azul, ela continua integrando o time das mocinhas fofinhas de filme infanto-juvenil. Quando vi que era ela quem ia fazer o papel de uma adolescente roqueira lésbica e drogada, de cara apostei que seria piada. Mas bastaram as primeiras cenas pra que eu me retratasse do erro. A crepúscula definitivamente conseguiu se auto-exorcizar, e está fantástica na interpretação.

Outra que teve bom desempenho foi a Dakota Fanning, a despeito da sua carinha de anjo (a Cherrie Currie original era bem mais agressive rock’n roller). Aliás, tive que bancar a tia e largar um “nossa, como ela cresceu!” porque a gente lembra dela quando criança, e agora vê a menina de espartilho e cinta-liga apavorando no punk rock.

Ao final das contas, o filme não é só interessante por colocar em evidência uma banda de adolescentes que deixou um bom legado musical. É especial também por ter retratado uma época diferente, acabando por esculachar essa geração atual teen/jovem meio abobada.

Confesso que, de leve, gosto do caos - e vai ser engraçado ver a revolta da geração teenager-fofa com a sua ídola crepúscula travestida de punk hard rocker, cheirando pó e dando uns pegas na Dakota Fanning.
.
Trailler do filme: http://www.youtube.com/watch?v=OTpdXKocacQ

5 comentários:

Anônimo disse...

hahaha, post fera, parabéns pelo blog! bjão! Lucas

Rodrigo Gonzatto disse...

Ah, então bora colocar o Pattinson para Kurt num filme sobre o Nirvana.

Lucas disse...

pois então. excelemte retratação do filme marezoca, adorei, achei que redifiste muito bem e fielmente o que apreciou ou pensou depreciar e acabou se surpreendendo por uma atriz que poderia ser fogo de palha mas esquentou sua vontade ao despertar sua vontade de caos e fazer valer a realidade que tu gostria de viver mas não pôde até então e assim te embalar por rocks and frugs and rock and roll e and the end.

Gonzatto disse...

Blog, cadê?

Anônimo disse...

Caralho. Adorei sua versão dos fatos. Assisti o filme e amei. Também fiquei de boca aberta com a Dakota, linda, mulher. Enfim... Kristen está estupenda nesse filme. Maravilhosa. É muito mais a cara dela fazer filmes no estilo. Logo Kristen vai estar nas telonas com o filme "Na Estrada" baseado no livro de Jack Kerouac
"On The Road" Aguardem.